Registrado o 1º caso de leishmaniose visceral humana em Florianópolis

A Secretaria Municipal de Saúde de Florianópolis e a Diretoria de Vigilância Epidemiológica registraram nesta quinta-feira (17/08),  o primeiro caso de leishmaniose visceral humana contraído dentro de Santa Catarina. O paciente é um homem de 53 anos, morador do bairro Saco do Limões, que está internado no Hospital Universitário Professor Polydoro Ernani de São Thiago (HU), na capital.

A doença foi confirmada pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Santa Catarina (Lacen), e o estado de saúde do paciente é estável, conforme a Secretaria Municipal de Saúde.

A leishmaniose visceral humana é uma doença grave causada pelo parasita Leishmania chagasi, mas há tratamento caso seja descoberta no início. De acordo com a secretaria, a leishmaniose visceral canina era concentrada na área da Lagoa da Conceição, mas agora já se espalhou por 34 bairros.

A prefeitura divulgou uma nota alertando a população sobre os riscos da doença. Para ver o documento, clique aqui: Alerta à população LVC – CCZ

 

Compartilhe:

Comentários

Post Author: Floripa Mil Grau